terça-feira, 25 de junho de 2013

Igreja ou Comunidade?




Acostumou-se no meio cristão a chamar a Igreja Local, ou melhor, a denominar o templo de adoração de Igreja, mas será que isso é certo?

Vejamos! 

Caso eu diga que vou à Igreja na Reunião dos Casais, o que isto quer realmente dizer é que vou ao local onde alguns casais estarão participando de atividades em comum. Então, o que precisamos saber diferenciar para dar melhor entendimento é que Igreja não existem duas, ou três ou mil, mas tão somente uma que é a Igreja de Cristo, sua Noiva. 

Esse grupo de casais embora faça parte da Igreja, na verdade ele é apenas uma porção diminuta da Igreja, e para esse grupo podemos denominá-lo por muitos nomes, mas não de Igreja. Podemos chamá-lo de Grupo, Círculo, Reunião de Casais, Encontro de Casais, Ajuntamento, Bloco, etc. Mas, não posso chamar de Igreja, pois isso seria diminuí-la.


Assim, temos um problema aqui, pois o mesmo fato se dá com a Igreja Local, que é apenas uma parte pequena da Igreja de Cristo. Por uma questão de lógica deveríamos chamá-la de Comunidade tão somente, pois é uma comunidade de pessoas que se reúnem com a mesma finalidade.


Alguns podem me criticar dizendo que isto diminui a Igreja e faz dela um conglomerado de pessoas, mas não é isto de forma alguma, pois esse fato eleva a Igreja de Cristo ao seu lugar próprio que é a Igreja Universal de Jesus.

Hoje, nós cristãos, estamos enfrentando sérios problemas por permitir que algumas Comunidades ultra pequenas sejam chamadas de Igreja, passamos uma imagem aos não cristãos de que não existe uma Igreja de Cristo, mas milhares e cada qual com seu próprio cabeça e algumas vezes até acefálicas devido aos maus testemunhos que dão, além do fato de que algumas chegam a colocar, injustamente, rabos de símios lancetados e chifres na cabeça por representarem melhor a Satanás do que Cristo.


Penso que uma Igreja Local deveria ser chamada de Comunidade, pois é exatamente isso que ela é uma Comunidade de Salvos e Peregrinos.


Ouvi certa vez um pastor conhecido fazer chacota com o nome Comunidade dizendo que alguns saem da "denominação" e acabam por abrir uma dessas "Comunidadezinhas". Porém, isso é um total desconhecimento do significado da palavra Comunidade cuja etimologia é: originária do Latim communitas, que significa “comunidade", "companheirismo”, e communis, “comum", "compartilhado por muitos", "público”.


Portanto, quando digo "vou à minha Igreja" na verdade estou dizendo que vou à minha comunidade, ou seja, vou comungar, vou compartilhar com muitos irmãos.


Dizer "minha Igreja" é um erro tolerável, mas é um grande erro, pois faço parte da Igreja, então, como posso dizer vou à Igreja se já faço parte dela? Mas, dizer: "vou à minha Comunidade" ou ao "Meu Grupo" ou "Minha turma" ou "Minha Galera" parece mais coerente.

Seja lá como for "Vá à sua Comunidade", pois o importante mesmo é participar. Sei também que eu mesmo vou continuar dizendo: "Minha Igreja", embora saiba que não é minha, mas de Cristo.