domingo, 10 de agosto de 2014

Caminho, Atalho e Rua sem saída




Jesus disse em João 14.6: "Eu sou o Caminho". Portanto, Jesus não é um Atalho e muito menos uma Rua Sem Saída.
O que é um Atalho? 
Um Atalho é uma promessa e um convite de se conquistar um objetivo com muita facilidade. Se a intenção é facilitar a vida das pessoas para se atingir um objetivo, então, o Atalho despreza regras, leis e pode levar a trechos perigosos. Um Atalho no Cristianismo é a Pluralidade Religiosa, ou seja, Ecumenismo, pois aí é entendido que todo e qualquer "caminho" leva aos Céus. Se assim fosse, então, posso escolher entre todas as religiões do mundo itens que me agradem e montar (fazer) o meu próprio atalho. Pego os cristais do ocultismo ou espiritualismo, pego um crucifixo do catolicismo, pego um lenço com suor do Sacerdote, pego a veneração de uma vaca, etc. Assim tomo de uma prateleira aquilo que me agrada no plano espiritual! Isso são atalhos que prometem levá-lo ao Céu, mas que na Verdade só te dão esperanças materiais, imanentes.
O que é uma Rua sem saída?
Rua sem saída é aquilo que parece ser um Caminho, mas é um Caminho que não leva a lugar algum e que aprisionam quem por ele entra, pois é difícil fazer uma conversão plena e retornar devido à falsa sensação de se ter atingido o objetivo. Um desses caminhos sem saída é a devoção à Maria, mãe do homem Jesus. A tentativa de fazer dessa Rua um bom Caminho é um dos maiores enganos já perpetrado no Cristianismo. É como se fosse colocado uma placa de transito de "Siga em frente" na borda de um precipício, e ali muitos morreram.
A Rua sem saída é pior do que o Atalho, pois no fim dela está a morte e o aprisionamento. Vemos muitas placas em vários lugares dizendo: "Agradeço a Sto. Expedito pela graça alcançada", isso é uma indicação clara de que a pessoa contentou-se em tomar uma Rua sem saída e enganada pelo feito se prende a algo menor do que lhe é prometido pelo Caminho.
Só há uma Caminho que conduz ao Paraíso e esse Caminho é Jesus!
Atos 4.12 "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos".
Toda tentativa de se colocar outro nome além do nome de Jesus é heresia do Inferno, seja esse nome Maria, João, Expedito, Jorge, Agostinho, Papa ou seja lá que nome for.
Santa Maria, mãe de Deus,
Rogai por nós pecadores
Agora e na hora de nossa morte, Amém!
Rua sem saída tem placa de indicação: Santa Maria, mãe de Deus,
Rogai por nós pecadores
Agora e na hora de nossa morte, Amém!
Rogar a Maria na hora da nossa morte é o mesmo que dar um passo único e final em direção ao Abismo de Trevas da Eternidade.

Provérbios 14:12 "Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte".  

Porém, se o caminhante souber que aquela Rua é sem Saída, ou que aquele Atalho é só um
 
atoleiro ele o evitará. Portanto, é uma questão de Conhecimento. Sem Conhecimento o ser humano é enganado.

Provérbios 21:16 "O homem que anda desviado do Caminho do Entendimento (Conhecimento) na congregação dos mortos repousará".  






sábado, 2 de agosto de 2014

Perfeição

A perfeição

Pense em alguém ou algo perfeito. Pensou?
Quem, ou o que, em sua visão é perfeito?
No universo humano é impossível encontrar alguém ou algo perfeito, então, vamos pegar por base o universo da tecnologia, como um Notebook de última geração. Talvez você diga: "isso é perfeito". Mas, vai chegar o dia em que esse notebook envelhecerá, quebrará e morrerá. Então, esse PC não era tão perfeito assim! Sua perfeição foi temporária, pois ele não possuía a perfeição em si.

A Perfeição é uma Virtude, uma Qualidade, que nós possuímos em graduações, em porcentagens. Uns a possuem em um nível maior, outros em um nível bem menor. Portanto, a Perfeição em nós é inferior e incompleta, isso é fato.

Digamos que alguém com muita perfeição, com cerca de oitenta por cento dela em seu ser, morra. Com a morte desse "senhor quase perfeito" essa perfeição nesse ser humano se acaba, mas a Perfeição em si mesma continua a existir no Mundo. A Perfeição não acaba quando a vida de alguém "perfeito" acaba! Sendo assim, quando a vida deixa de existir nesse "senhor quase perfeito" a Perfeição continua existindo!

Podemos deduzir que a Perfeição não estava naquele ser que morreu, mas estava fora de si, pois se assim fosse esse "senhor quase perfeito" seria "perfeito" e assim seria deus, e sendo deus, não perderia sua perfeição.

Deus não pode criar criar outro Deus! Deus deixaria de ser infinito se isso fizesse, pois um Deus limitaria o outro. Deus não pode ter limites, pois isso o tornaria finito, e finito quer dizer mortal!

A Perfeição não morre ao morrer o "ser quase perfeito". Então, a Perfeição está fora do ser humano, pois a Perfeição continua insistindo em se fazer presente em nosso planeta. Então, a Perfeição está fora de todas as pessoas neste planeta e não pode ser extinguível, não pode ser mutável, não pode ser imperfeita. Portanto, a Perfeição tem que estar além do Tempo, além da matéria e além do Universo. A Perfeição tem que estar num Ser que não muda e que tem poder para doar medidas de Perfeição às pessoas. Esse Ser tem que ser Totalmente Perfeito em si mesmo. Esse Ser só pode ser, O Perfeito, Deus.

Deus não divide a glória dele com ninguém (Isaías 42:8)  "Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura".
Alguém poderia pensar: "Isso é um egoísmo de Deus". Não! Isso não é egoísmo da parte de Deus, pois Deus não pode dividir sua Glória, se o fizesse Ele deixaria de ser Deus! Pois, Deus tem que ter toda Glória em si para ser Deus. Não poderia existir um Deus com um pouco de glória, mas tem que ter toda Glória e toda Perfeição.