segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Amar e Gostar



O Gostar requer o Amor, mas o Amor não necessariamente exige Gostar.
Amo e Gosto de minha esposa. Gosto muito de estar com ela. Por eu Gostar de minha esposa, posso chegar a dizer que a Amo.
Existem maridos que Amam suas esposas, mas não gostam de estar com ela, gostam mais do bar, os amigos, o futebol, o Facebook, etc. 
Um casamento feliz requer mais do que Amor, requer também o Gostar.
Assim, também, quando Gostamos de algo, não significa que Amamos aquilo. Gosto de ler um bom Livro, mas não Amo ler um Livro, pois Amor não é sentimento, mas relacionamento. Existe relacionamento com um Livro? Não! Existe relacionamento com seres vivos, mas não com objetos. No mundo atual somos chamados a Amar coisas. 
Jesus disse que devemos Amar nossos inimigos. Daí podemos entender melhor o Amor. Amo meu inimigo, mas não Gosto de estar com ele, não sinto alegria ao seu lado. Meu Amor à meu inimigo fará com que eu o respeite, que eu o ajude, que eu provenha os recursos para sua sobrevivência. Isso é o Amor de Deus agindo em mim, e fazendo com que eu o Ame também. Mas, não o levaria para minha casa para um churrasco, para comer pipoca e assistir um filme junto com minha família! Amo, mas não gosto.
O Amor só é possível no relacionamento interpessoal. Amar coisas, objetos, não é um verdadeiro Amor, mas sim um Gostar. Amo minha cama? Não! Gosto de minha cama, devido à comodidade e conforto.
Podemos ver que fica claríssimo que devemos Amar e Gostar de nosso Cônjuge!
Casamento sem Amor não funciona. Casamento sem Gostar também não funciona.
O Amor é Livre! Não há obrigatoriedade para Amar alguém. Amor obrigatório, não é Amor é possessão, é desejo. Devido ao fato de o Amor ser Livre, então, não posso vinculá-lo a qualquer tipo de obrigatoriedade, como - "Se você me ama prove seu Amor", "Você não me dá nada, então, você não me Ama", mas o Amor pode se fazer conhecido, pois quem ama dá frutos voluntários, não cobrados.
O Amor não pode ser vinculado a um porquê! Amo minha esposa por que ela é bela, por que ela é meiga, por que ela é loira, por que ela é magra, etc. A beleza acaba, a meiguice não é contínua, os cabelos loiros ficarão brancos um dia, a magreza pode ser passageira. As rugas vêm, a beleza acaba e aí, acabou o Amor? Não!
Não Amo minha esposa porquê! Amo minha esposa e ponto!
O Amor de Deus aos seres humanos é incondicional! Ele simplesmente Ama e ponto final.
O Amor dos seres humanos à Deus não é incondicional. Existe muita cobrança das pessoas para com Deus. 
O grande problema está no Livre Arbítrio, pois o ser humano não Ama incondicionalmente e tem liberdade para amar ou não amar!
As Igrejas neo-pentecostais usam o artifício da compra do Amor, ou seja, se você não doar para Deus, Deus não o Amará! Você irá para o Inferno se você não doar! Essa é uma visão errada e contraria ao Amor divino. O que pode o homem oferecer a Deus pela salvação de sua Alma? Nada!
Por amar a Deus eu doo! Não doo por quero o Amor de Deus.
Generosidade e não Obrigatoriedade! Amor e não Dependência. Antigamente as esposas dependiam do marido, sujeitavam-se a eles devido à dependência. Hoje esse cenário mudou, já não deve haver mais essa retributividade, essa dependência. Mas, os seres humanos fazem exatamente isso para com Deus! Se Deus quer receber meu Amor, então, Ele tem que me abençoar! Visão errada. Isso não é Amor.
Amo Deus e Gosto de ser dele. Deus é Amor, eu só posso Amá-lo. Não sou Amor, mas tenho Amor por ser seu filho.
Amo Deus! Deus me Ama!

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A parábola do Caminhão de Lixo



Um dia passando por um blog ou site li sobre essa parábola e achei muito interessante:

"Um dia peguei um táxi para o Aeroporto. Estávamos rodando pela faixa certa, e de repente um carro preto abruptamente saltou na nossa frente.

O motorista do táxi pisou no freio, deslizou e evitou a batida por um triz!


O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós furiosamente. Mas, o taxista apenas sorriu e acenou para o sujeito, fazendo um sinal de positivo com a mão. Ele fez isso de forma bastante amigável.


Indignada lhe perguntei: 'Porque você fez isto? Esse sujeito quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!'
O motorista do táxi, então, me ensinou algo que agora chamo de 'Lei do Caminhão de Lixo'


O taxista me explicou que muitas pessoas são como um Caminhão de Lixo, andam por aí carregadas de Lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e decepções. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar esse lixo, e às vezes tentam descarregar sobre a gente.

Não aceite esse lixo como sendo seu. Não tome isso para si. Isso não é problema seu! Apenas sorria, acene, deseje-lhes o bem e vá em frente.


Não pegue o lixo dessas pessoas e nem repasse para os outros no trabalho, em casa, nas ruas ou para os amigos. Fique tranquilo, respire..."  (autor desconhecido)

A moral da estória - "As pessoas bem resolvidas não deixam os caminhões de lixo alheio estragarem seu dia"

O amor é uma tortura para quem está mal resolvido!
Quer deixar alguém furioso, com brasas sobre sua cabeça? Ame-o!

Pessoas más resolvidas, só te trarão problemas!

Cada um que cuide do seu próprio lixo!

Descanse no amor de Deus.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Sexo depois do casamento


Falar em sexo depois do casamento, hoje, é como falar de um oásis no deserto, onde a pessoa que enfrenta a imensidão do deserto acredita que existem Oásis, mas que não é para ela, e que jamais conseguirá em um mundo tão cheio de cobranças liberais. Mas não é assim, pois é plenamente possível manter-se a pureza até o dia do casamento. Aliás este é um aspecto moral da vida cristã.

Alguém pode questionar: "Onde está escrito na Bíblia que é proibido manter relações sexuais antes do casamento?" 

II Cor.11:2  "Porque zelo por vós com zelo de Deus; visto que vos tenho preparado para vos apresentar como virgem pura a um só esposo, que é Cristo".  

Se o esposo que é Cristo requer uma esposa para si Virgem, de certa forma fica evidente que os noivos requeiram noivas virgens para si também.

Por que o sexo deve ser depois do casamento? 

O apóstolo Paulo em I Tes.5.23 nos faz pensar sobre algo que pode nos ajudar a compreender essa questão.
Espírito, Alma e Corpo - Essa é a sequência perfeita para uma irrepreensibilidade no Namoro, Noivado e Casamento! Ou seja, o namoro deve começar no Espírito, que é a identificação espiritual no servir a Deus; no noivado deve passar à Alma, a esfera das emoções, dos sentimentos maduros; e por fim no casamento a consumação da relação corporal, que é o ato sexual. Mas, evidente que isso são para os filhos de Deus!

Já para o Mundo sem Cristo o que ocorre é o inverso! O processo inicia-se no Corpo, no sexo; depois pode caminhar para a Alma, os sentimentos, as emoções e dificilmente chega ao Espírito, pois a sensualidade é que governa os ímpios, mas os filhos de Deus são governados pelo Espírito Santo de Deus. No mundo, fora da comunhão, os relacionamentos começam na carne, no corpo, nas baladas, na sensualidade, no encantamento com a beleza.


Relações antes do casamento é uma forma de Domínio, onde o dominado lê na cartilha de quem o domina! Tanto Dominado como Dominante ao caírem na realidade pós-núpcias entrará numa roda-viva de confrontos e desventuras, e isto pode levar ao Divórcio, caso esse casamento não seja curado por Deus.

As dificuldades são enormes, mas a Fé tem que vir em primeiro lugar. Por isso o namoro cristão tem que começar na questão da identidade espiritual.

Veja o que o apóstolo Paulo nos faz entender sobre essa proposição:

Gal.5:16 - "Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne".  

I Tes. 4:1 - "Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus que, assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que continueis a progredir cada vez mais".  












Sabedoria Satânica


Sabedoria Satânica 

Texto bíblico base - Tiago 3.14-17 e Prov.8.22-36

Existe a verdadeira sabedoria conforme a Bíblia, e a sabedoria falsa e demoniaca.
Como podemos identificar a sabedoria divina da sabedoria satânica?

Podemos identificá-la através de suas características:

 A primeira característica da sabedoria satânica é - Amarga Inveja (Vs.14)
No Vs.13 vemos que o sábio e inteligente é de proceder com mansidão.
Porém, o proceder daquele que tem falsa sabedoria é com amarga inveja.
Cuidado com aqueles que se dizem ser sábios, mas seu procedimento invejoso denuncia que sua sabedoria é diabólica.
Muitos neste mundo pensam ser sábios, mas agem de modo contrário àquilo que falam e anunciam com tanta veemência.
São os chamados politizados; intelectuais e pensadores. Mas, são de tendência maligna e suas ações são opostas àquilo que eles tanto acreditam.

 A segunda característica da sabedoria satânica é - Sentimento Faccioso (Vs.16)
Ou espírito faccioso.
O dicionário diz que faccioso é aquele que tem um espírito sectário, partidário, intolerante.
È aquele que cria um grupo dissidente e toma partido contra aquilo que vinha sendo feito, por divergir das doutrinas ou princípios.
Se a doutrina ou os princípios são os que estão explícitos, claros na Bíblia, então essa pessoa insurge-se contra a direção de Deus.
O sentimento faccioso só pode ter aquele que tem um coração perverso.
Provérbios 11.20 – Abominação... são os perversos de coração.
O que advém destes sentimentos de facção?
1 – Perturbação – Tiago 3.16; Prov.11.17; Prov.8.36.
2 – Obra perversa – Tiago 3.16.
3 – Sabedoria diabólica – Tiago 3.15.

 A terceira característica da sabedoria satânica é - Sutileza (ICor.2.10-16)
"Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus; as quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais".
O texto fala de palavras ensinadas pela sabedoria humana. Que palavras são essas?
A filosofia a muito vem tentando explicar a procedência e o destino humano, a existência ou não de Deus.
Santo Agostinho é constantemente citado em pregações e pensamentos.
Mas, será que tudo isto é de fato necessário?
Quando a filosofia fala mais alto do que a Bíblia, é porque algo está errado. A sabedoria humana sorrateiramente conduz o homem para longe de Deus.
A sabedoria do homem é um mesclado entre o bem e o mal que habita cada ser humano, e pode levar a pessoa a questionar a existência de Deus, os propósitos de Deus, o sofrimento humano, a causa dos milagres, a morte, etc.
A sutileza satânica está no fato de sutilmente nos afastar de Deus, a duvidar da Sua Palavra e se apegar aos contadores de fábulas II Timóteo 4. 3,4. Uma ideia mal compreendida pode levar a consequências desastrosas. Como exemplo podemos citar Nietzsche que no livro "Gaya Ciência" faz uma tentativa de matar Deus. Mas, esse homem um dia foi um candidato a ser um pregador da Palavra de Deus. O que aconteceu? Em seu caminho se deparou com questões filosóficas e acontecimentos pseudocientíficos (Darwinismo), que foram alterando sua maneira de pensar, até que chegou a esse ponto de loucura em querer matar Deus. Como sabemos seu fim foi realmente de insanidade mental. 

Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas.

 Cuidado com os contadores de fábulas que nada mais são do que sabedoria humana ou diabólica.
 Assim como a sabedoria satânica tem características, também a sabedoria divina, ou que vem do alto, tem suas características:

Primeiramente a sabedoria que vem do alto, segundo Tiago, o irmão de Jesus, é: (Tiago 1.17; 3.17)
Pura; Pacífica; Moderada; Tratável; Misericordiosa; Com bons frutos; Imparcial. (Sem parcialidade); Verdadeira. (Sem hipocrisia).

 Segundo - a sabedoria edificou sua casa, lavrou suas sete colunas: (Prov.9.1-10)
Aos criados diz: há um convite. Vs.3.
Aos Simples diz: volte-se para aqui. Vs.4a.
Aos faltos de senso diz: Vinde comei do meu Pão, e bebei do meu Vinho. Vs.4b. Deixai os insensatos e andai pelo caminho do entendimento. Vs.6.
Aos que repreendem e censuram diz: você terá afronta, injúria. Vs.7. E terá aborrecimento. Vs.8a.
Ao sábio diz: ame aquele que te instrui. Vs.8b.
Ao sábio diz: ouça a instrução e seja mais sábio ainda. Vs.9a.
Ao justo diz: receba o ensino e cresça em prudência. Vs.9b.
A todo aquele que quiser a sabedoria verdadeira diz: O temor do Senhor é o princípio da sabedoria verdadeira. Ter o conhecimento do Santo é prudência.

Para concluir, o apóstolo Paulo, em I Cor.2.5-7 nos instrui a falar sabedoria entre os perfeitos, não, porém, a sabedoria deste mundo.
"para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus. Todavia, falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória"  ... falamos a sabedoria de Deus em mistério. 
Cuidado com a sabedoria satânica. Ela diz: ser sábio é ter uma mente aberta para todas as propostas do mundo. Que a ciência é que deve ditar as regras. Mas, esquece-se que existe a falsa ciência, e que esta se contrapõe à tudo que se chama Deus. Porque procede diretamente do inferno.

Você quer a verdadeira sabedoria?
Comece tendo o temor de Deus no teu coração, pois este é o princípio da sabedoria.
Se você quer esta sabedoria, você tem que dar o primeiro passo: Receber Jesus em seu coração e confessa-lo como Senhor e Salvador Romanos 10.9. (em voz audível)


O preço da Verdade




Quanto custa a Verdade?

A Verdade pode ser sutilmente mexida e assim a Qualidade já não é a mesma, mas o produto continua valendo por aquilo que apresenta e não por sua manipulação inescrupulosa.

Como a Verdade tem seu Real Valor, assim também o Engano inescrupuloso também tem seu valor. Quanto vale um defeito em um sapato? Algumas vezes vale tanto que ele vai direto para a banca dos "Promoção", dos esquecidos e misturados.

Algumas vezes querendo pagar mais barato, queremos crer que o produto é bom, mas não passa de um engodo para criar uma expectativa de que levei vantagem de alguma forma.

Existe uma troca de Valores, onde pago pela Verdade, mas posso acabar adquirindo uma pseudo-verdade, ou seja, uma Mentira mascarada de Verdade. Porém, pode acontecer de você pagar mais caro pela Verdade e ainda assim levar uma grande Mentira de presente.

A Verdade pode custar uma Vida! E se esse for o caso, você vai mentir? O que vale mais uma Vida ou a Verdade? Jesus disse: "Eu sou a Verdade e a Vida".

Outra Verdade de grande Valor e pouco reconhecida é a Alma, que segundo a Bíblia vale mais do que o mundo todo:
Mt.6.26 "Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?"

Jesus e a Alma, um sem o outro não faz sentido algum para qualquer ser humano.

Se você for comprar um sapato verá que existe uma variedade enorme de preços e tipos de sapatos. Relevemos o tipo de sapato e vamos pensar em termos de Valor.


Em uma determinada loja um par de sapato custa R$400,00, de excelente qualidade e de couro legítimo. Você, então, vai a outra loja e lá um sapato semelhante àquele, mas não igual, custa R$180,00.

O Valor de cada sapato está em sua Verdade. Quanto maior a Verdade de sua Qualidade, tanto maior será seu preço.Obviamente a diferença entre os dois preços, que é de R$220,00, esse é o preço da Verdade entre os dois sapatos.




Quantas pessoas por permanecerem com a Verdade acabaram por assumir um grande prejuízo material. Seria mais fácil sair de mansinho pela tangente da Mentira, e ainda por cima sem prejuízo material. Logo, podemos deduzir que a Verdade algumas vezes cobra um preço alto, mas o que importa é a Verdade ainda que com prejuízo.

Jesus é a Verdade! Portanto, faltar com a Verdade é faltar com Jesus! Sendo Jesus a Verdade, então podemos deduzir que a Mentira é Satanás (Ou o pai dela). Se abandono a Verdade para não ter prejuízo, então o valor desse prejuízo é o preço pelo qual vendo meu Senhor Jesus, que é a Verdade abandonada! No fundo, quem nunca foi um Judas Iscariotes? Que trocou a Verdade (Jesus) por um punhado de moedas, que é o preço da Mentira.

A maior de todas as Verdade poucos querem adquiri-la, por falta de reconhecimento de sua Qualidade e Valor: Jesus!

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Perdão




O perdão é livre, pois não pode, em absoluto, ser imposto. Portanto, perdoar é um ato voluntário. Perdoar é ter a liberdade de dizer sim ao Amor!

Ao praticar o perdão, o perdoador está deixando o outro livre para prosseguir seu caminho em meio aos pedregais da vida. Isso não significa que seu caminho terá menos pedras, mas que elas estarão lá sempre tentando impedi-lo de caminhar. Por isso o caminho do maldoso sempre é cheio de pedras!

Salmos 107:17 "Os estultos, por causa do seu caminho de transgressão e por causa das suas iniquidades, serão afligidos".  

Quando você perdoa alguém, existe em seu íntimo uma predisposição em fazer tal concessão. Mas, como isso ocorre? A magoa é algo que se opõe à essa predisposição de perdoar. Então, o  primeiro passo para se perdoar alguém é deixar a mágoa de lado e torná-la tão pequena que não seja capaz de resistir ao maior Dom do Espírito Santo que é o Amor.
O Amor é portanto, o melhor amigo do Perdão!

Porém, o perdão exige algo maior do que o Amor para os seres humanos: Dinheiro, Recursos. Sim, o perdão requer perdas! Sempre quem perdoa paga o preço do Perdão! Por exemplo, um amigo deve ao outro R$300,00, e disso resultou um desentendimento, uma discussão, e uma separação. Se o amigo que emprestou o dinheiro resolver perdoar o outro, ele deverá absorver o prejuízo que seu perdão requer! Sempre há uma perda no perdão!

Jesus, foi o maior exemplo de perdão à toda humanidade, mas Ele teria que pagar o preço. Ele tentou negociar com o Pai dizendo para afastar aquele cálice! Mas, o Pai não aceitou seu pedido e o preço teria que ser pago integralmente. O preço foi pago e o perdão foi dado a todos que quiserem recebê-lo.

Se alguém te ofendeu, perdoe! Se alguém te roubou, perdoe! Se alguém te enganou, perdoe! Afinal o preço do teu perdão é menor do que o que Jesus pagou para perdoar você!
Não se esqueça: "Quem perdoa paga o preço" e mesmo assim o perdoado pode recusar-se a receber o seu perdão, mas aí o problema já não é mais seu! O problema passa a ser de Deus.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Amor




Deus é Amor. I Jo.4.16

O Amor é livre!
Ninguém pode obrigar outra pessoa a amá-lo! As pessoas são livres para amar.


Sendo o Amor Livre, não pode haver Amor obrigatório, evidentemente! Portanto, se houvesse o Determinismo, não haveria opção para amar ou não amar a Deus! O Determinismo não deixaria a opção para o exercício do amor voluntarioso. Mas, então, por que os Deterministas são tão enfáticos sobre o amor aos menos favorecidos? Seria isso um equivoco?


Deus deu ao ser humano a possibilidade deste amá-lo por livre e espontânea vontade, ou seja, Deus não força nenhuma pessoa a amá-lo. Amar é uma escolha!


Adão e Eva no Jardim do Éden amavam a Deus? Talvez sim, talvez não. Mas, seja como for o amor deles seria um amor condicionado, dirigido, não voluntário, pois não havia Liberdade de Escolha até então! Creio que Adão não sabia realmente o que era o Amor, mas apenas companheirismo, pelo simples fato de que o Amor exige liberdade.


Podemos perceber que Deus também queria um Amor escolhido, e não um Amor induzido, não um Amor imposto, não um Amor pré-estabelecido e registrado na Alma Humana. Deus quer ser amado voluntariamente, livremente! Por esse motivo havia uma Árvore do conhecimento do Bem e do Mal no meio do Jardim.
Deus por sua Onisciência sabia que o homem pecaria, que ele comeria da Árvore da Morte. Mas, permitiu, pois assim o ser humano poderia escolher amá-lo livremente!


Podemos meditar, então, que tudo o que está acontecendo no Mundo tem um objetivo final que é a Glorificação de Deus.


O Mundo físico é uma grande maternidade divina, onde Deus está gerando Filhos pelo Amor! Isso é tão importante que Deus revelou a Paulo que instruísse a Timóteo sobre o grande feito de uma mulher ao dar a luz um filho.


I Tm.2.15 - "Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, no amor e na santificação".


Neste Mundo são gerados filhos para Deus por meio do Espírito Santo!


O Amor é tudo! Sem Amor nada é possível! Deus é Amor!


Não existe filho de Deus sem Amor!


I Jo.3.10,11 "Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: qualquer que não pratica a justiça e não ama a seu irmão não é de Deus. Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros".


O Amor, por ser livre, não é invasivo, possessivo, mas é paciente. Aguarda uma decisão, uma permissão. O Amor convida, é gentil. É como a flor que numa primavera de sol se abre para receber os raios solares. O sol, então, com gentileza deixa seus raios suprirem as necessidades daquela linda flor. Mas, se o sol for demasiado, se for agressivo, se for escaldante, com certeza irá matar aquela flor. Um tem que complementar o outro sem subjugar ou competir. Ambos serão apreciados por aqueles que amam a beleza!

Pecado


Hamartia - (άμαρτία)

O Pecado é sem dúvida tudo aquilo que nos afasta de Deus. O Profeta Isaías registrou: Os vossos Pecados fazem separação entre vós e o vosso Deus (59.2).
Quem sofre com o afastamento de Deus? A pessoa que se afastou! Deus continua sendo Deus sempre e Eternamente.
Portanto, pecar é o mesmo que afastar-se de Deus.
Jesus disse que todos os pecados são perdoáveis, menos o pecado contra o Espírito Santo - Porquê?
Ora, vamos pensar! Se eu peco e assim me afasto de Deus, quem no Mundo atual, ou melhor, na Era da Igreja, me traz de volta à comunhão com Deus, ao Arrependimento? O Espírito Santo!
Mas, se eu pecar contra o Espírito Santo, quem me trará de volta à comunhão com Deus? Quem tocará em minha consciência? Quem me fará arrepender?
A obra do Pai e a Obra do Filho se eu pecar contra elas, o Espírito me guiará, me corrigirá, me constrangerá! Mas, se eu pecar contra o Espírito, como serei compelido ao arrependimento?
Portanto, se eu pecar contra o Espírito Santo, estarei cometendo um grave erro contra mim mesmo, e assim minha consciência não será capaz sozinha de rever meu erro. Minha consciência se fechará ao Espírito Santo de tal forma que a cicatriz será cauterizada. Impossibilitando, assim, um contato com o Espírito Santo que é o meu restaurador, meu guia, meu sino de alarme.
Dizem sempre que a definição de Pecado é errar o alvo devido à palavra hamartia no grego, mas essa definição é um pouco ilógica, pois dá a impressão de que eu erro o alvo, que fiz uma péssima mira, mas não é bem assim. Sendo o pecado um afastamento de Deus, logo, quem está se afastando de Deus sou eu! Portanto, o Pecado me faz sair do rumo, ou seja, me afasta do alvo. Sou eu que me afasto do alvo que é Deus.

Afastando-me do Alvo terei problemas! Vamos imaginar um astronauta que sai da Espaçonave. Caso ele se afaste da Nave ele terá um tempo para retornar e repor sua carga de oxigênio. Mas, e se ele se afastar tanto que sua conexão com a Nave mãe se rompe e ele sai flutuando pelo Cosmo sem fim? Estará perdido na imensidão do Universo e sua vida terá um pequeno tempo até que os recursos se acabem, e a consequência é a morte. Fazendo uma analogia desse fato com o Pecado temos que o Espírito Santo é a nossa conexão com a Nave, e a Nave é a nossa fonte de Vida, e o Pecado é o distanciar-se da dessa Nave. Porém, temos sempre que voltar à Nave para repor nossa carga de oxigênio e assim nos conservarmos com vida. O pecado contra o Espírito Santo a desconexão definitiva do Astronauta com a Nave cheia de suprimentos. 

O Espírito Santo é o Único que nos sela e nos guia por um vivo Caminho. Não corte a mangueira que o conecta à Nave principal. Seja um ouvinte atento do Espírito Santo e submeta-se aos seus cuidados.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

O Amor!





Dom maior

O amor é acima de tudo uma arma contra Satanás. Satanás ou Lúcifer, como o chamamos, ao cair não soube e não sabe o que é o Amor! O Amor é Deus! Separado de Deus, Satanás está fora do Amor, isso é evidente!

Quando Deus criou o ser humano dotou-o de uma capacidade que os demônios não podem ter que é o Amor. Logo, o Amor é um chute no traseiro do Diabo, e, por isso mesmo ele quer retirar o Amor do coração humano.
Como retirar o Amor do coração humano? Espalhando o desafeto, o ódio, a amargura, o desrespeito; acabando com a Família, com o elo do Amor! As maiores amarguras se instalam no seio familiar. Por quê? Ganância, poder, orgulho.
* Qual sempre foi a visão de Jesus? O Amor! Basta dar uma olhada nas situações que Jesus viveu e enfrentou, como aquela da mulher adúltera, do servo do Centurião, da sogra de Pedro, até mesmo do bom Samaritano.
* Qual foi sempre a visão de Satanás? Afastar do Amor! "Transforma essas pedras em pães!" Isso afastaria Jesus de seu propósito com Deus (jejum). "Lança-te daqui para baixo", com que propósito? Fazer Jesus desconfiar do Amor do Pai, pois caso Jesus se lançasse, como homem, ele teria morrido, e se não morresse, então, o Pai seria um injusto por livrá-lo como homem. Mas o caso é muito mais complexo, pois Jesus não podia morrer, pois até aí nunca pecou! Se pulasse teria pecado, por tentar o Pai, e assim, já não poderia mais ser imolado como o Cordeiro de Deus. Isso demonstraria desafeto ao Pai! Ou então: "Tudo isto te darei se prostrado me adorares", esta seria a maior de todas as transgressões, pois Jesus demonstraria submissão a um falso deus, e, portanto, ofenderia imensamente o Pai. Haveria em todos os casos falta de amor ao Pai e ao seu Projeto.
Satanás não sabe o que é Amor! Pois, Amor é algo que tem quem está no Amor de Deus.
I Cor.12 relata vários Dons espirituais, que o Espírito Santo entrega aos seres humanos gratuitamente, mas em I Cor.13 está o Dom Maior que é o Amor, e logo a seguir volta a falar novamente dos Dons Espirituais.
O Amor tem que vir antes dos Dons! Sem Amor não há Dons! Não pode haver!
I João 4:20 "Se alguém diz: Eu amo a Deus e aborrece a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?"
O apóstolo João nos alerta que se alguém não ama seu irmão não é de Deus!I Jo.3.10
Obrigação de todo e qualquer Cristão é Amar o irmão e Praticar a Justiça! Aí é que Satanás entra e faz a festa, acabando com o Amor! João continua a exortação quatro versículos à frente (14) - "Quem não Ama seu irmão permanece na Morte".
Depois disto, aí sim, você poderá buscar os Dons do Espírito Santo! Sem o Dom maior não se pode chegar aos dons que edificam a Igreja.
Quando vejo um desses profetas de ocasião, cheio de soberba, dizer: "Minha irmã não corte seu cabelo", ou, "Eu te vi cometendo pecado", e bobagens semelhantes, sei que isso não é do Espírito de Deus, pois não há Amor! Sem Amor não há Dom! Pois, a Bíblia diz que "O tal não é de Deus" I Jo.3.10. Mas, é o espírito da desobediência que está atuando!
Portanto, toda e qualquer profecia tem que ter como fonte o Amor!
Em uma outra postagem aqui no Blog sob o Título: O Inferno - falei sobre o Amor de Deus e o Ódio de Satanás. Isso é o Inferno que arde por toda eternidade: Amor X Ódio - Deus sempre amará, e Satanás sempre resistirá a esse Amor! Assim arde em seu peito todo aquele que resiste ao Amor de Deus.
Deus sendo Amor, pode mandar alguém para o Inferno? Claro que sim Ele é Deus! Mas, não é esse o propósito de Deus, antes Deus quer que todos se salvem. Mas, desligar-se da fonte de Amor, é o mesmo que ligar-se ao Ódio, ao Desafeto. Estamos vivendo um tempo em que o Amor de muitos está esfriando. Porquê? Estão afastando-se da Fonte de todo Amor, Deus!