quinta-feira, 24 de abril de 2014

Antropomorfismo




Antropomorfismo tem origem em duas palavras gregas anthropos significa homem e morphe que significa forma. Ou seja, em forma humana. Atribuir a Deus características humanas.
A atribuição que se faz a Deus quando se manifesta aos homens com características humanas. Como: Deus falou a Moisés, Deus ouviu Sansão, Deus sentiu o cheiro suave, Deus pensa e escolhe, etc. Quando Deus pergunta a Adão: "Onde estás?" Isso é uma característica humana em Deus, pois é impossível que Deus não saiba onde Adão estava! Mas, o relacionamento de Deus com os seres humanos, evidentemente tem que ser nos moldes humanos para que fique inteligível a nós.

Já o Theomorfismo é a atribuição que se dá ao homem de características puramente divinas. Como: "Voz de deus", homem poderoso, mulher capaz de responder as orações, santos poderosos que exibem poderes particulares, sou o ouvido de Deus, sou a expressão de Deus.
Como podemos ver é mais fácil e até correto os homens terem algumas características divinas, pois fomos feitos à sua imagem e semelhança.

Mas, e o inverso, o antropomorfismo, é possível? Sim, como já falamos, Deus pode e tem características humanas. Porém, os kardecistas ou espíritas, acusam-nos de atribuir a Deus características de homens mortais, para desta maneira fugirem de certas partes das Escrituras que eles julgam ser inconvenientes, como a comunicação das pessoas com Deus. Julgam eles ser impossível aos homens mortais falar com Deus. Assim é mais fácil falar com os mortos e receber instruções por meio dessas entidades. Agora, note a incoerência, pois os homens são mortais e já viveram como pessoas comuns,e então, morreram. Logo, como podem estes mortos ajudar os vivos? Qual experiência tem um morto que nos sirva de ajuda? Se tudo o que fizeram foi exatamente o que nós fazemos!

O ser humano morre, e, então, fica mais sábio do que nós para nos ajudar! Loucura! Isso é a divinização de mortos! Divinização Necromórfica! Manifestação de mortos nos humanos, mas com características superiores às dos mortais.

Desculpem, mas tive que inventar o termo, Necromorfismo, capaz de responder à tola intenção de fazer com que os mortos sejam intermediadores entre os homens vivos e Deus. O que não difere muito da proposta católica de santos intermediadores. Esses são os deuses que tanto os católicos como os espíritas colocam como necessários nessa mediação. São desuses, pois desbancam Deus de sua posição Divina em nos socorrer, em nos salvar, em nos ajudar, e em seu lugar colocam deuses estranhos. Existe todo um ritual para se comunicar com esses deuses.

"Eu, porém, e minha casa serviremos ao Senhor". O Deus único, vivo, e que move os Céus e a Terra para nos redimir!

Somente ao Único Deus seja dada toda honra e glória! Amém!