terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Pecado


Hamartia - (άμαρτία)

O Pecado é sem dúvida tudo aquilo que nos afasta de Deus. O Profeta Isaías registrou: Os vossos Pecados fazem separação entre vós e o vosso Deus (59.2).
Quem sofre com o afastamento de Deus? A pessoa que se afastou! Deus continua sendo Deus sempre e Eternamente.
Portanto, pecar é o mesmo que afastar-se de Deus.
Jesus disse que todos os pecados são perdoáveis, menos o pecado contra o Espírito Santo - Porquê?
Ora, vamos pensar! Se eu peco e assim me afasto de Deus, quem no Mundo atual, ou melhor, na Era da Igreja, me traz de volta à comunhão com Deus, ao Arrependimento? O Espírito Santo!
Mas, se eu pecar contra o Espírito Santo, quem me trará de volta à comunhão com Deus? Quem tocará em minha consciência? Quem me fará arrepender?
A obra do Pai e a Obra do Filho se eu pecar contra elas, o Espírito me guiará, me corrigirá, me constrangerá! Mas, se eu pecar contra o Espírito, como serei compelido ao arrependimento?
Portanto, se eu pecar contra o Espírito Santo, estarei cometendo um grave erro contra mim mesmo, e assim minha consciência não será capaz sozinha de rever meu erro. Minha consciência se fechará ao Espírito Santo de tal forma que a cicatriz será cauterizada. Impossibilitando, assim, um contato com o Espírito Santo que é o meu restaurador, meu guia, meu sino de alarme.
Dizem sempre que a definição de Pecado é errar o alvo devido à palavra hamartia no grego, mas essa definição é um pouco ilógica, pois dá a impressão de que eu erro o alvo, que fiz uma péssima mira, mas não é bem assim. Sendo o pecado um afastamento de Deus, logo, quem está se afastando de Deus sou eu! Portanto, o Pecado me faz sair do rumo, ou seja, me afasta do alvo. Sou eu que me afasto do alvo que é Deus.

Afastando-me do Alvo terei problemas! Vamos imaginar um astronauta que sai da Espaçonave. Caso ele se afaste da Nave ele terá um tempo para retornar e repor sua carga de oxigênio. Mas, e se ele se afastar tanto que sua conexão com a Nave mãe se rompe e ele sai flutuando pelo Cosmo sem fim? Estará perdido na imensidão do Universo e sua vida terá um pequeno tempo até que os recursos se acabem, e a consequência é a morte. Fazendo uma analogia desse fato com o Pecado temos que o Espírito Santo é a nossa conexão com a Nave, e a Nave é a nossa fonte de Vida, e o Pecado é o distanciar-se da dessa Nave. Porém, temos sempre que voltar à Nave para repor nossa carga de oxigênio e assim nos conservarmos com vida. O pecado contra o Espírito Santo a desconexão definitiva do Astronauta com a Nave cheia de suprimentos. 

O Espírito Santo é o Único que nos sela e nos guia por um vivo Caminho. Não corte a mangueira que o conecta à Nave principal. Seja um ouvinte atento do Espírito Santo e submeta-se aos seus cuidados.