quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Universalismo e a Verdade



A Verdade Liberta



O apóstolo João narra uma história muito intrigante e que nos faz meditar sobre a questão da Verdade. João 8:31-59. 
Jesus tinha acabado de perdoar e livrar uma mulher adultera pega em pleno ato de adultério (3-11). Mas, no versículo seis podemos ver que eles faziam isto para provar Jesus. E aqui já podemos notar os escribas e fariseus, juntos com muitas outras pessoas, tentando colocar Jesus em situação difícil. Eles sempre estavam por perto para provocá-lo, para acusá-lo, para experimentá-lo.


Os escribas e fariseus demonstravam suas profundas raízes no conhecimento das Escrituras, e sempre citavam os patriarcas como símbolos de uma tradição e fé. Moisés, Abraão, Jacó e outros eram citados para demarcar território, para estabelecer a fonte de suas crenças. Portanto, creem que os personagens fundantes de sua religião devem ser obedecidos e seguidos.

O judaísmo é uma religião fundamentada em. Grandes homens, a bem da verdade, mas ainda assim homens. Acabaram assim colocando estes homens acima das Escrituras e das Profecias.

Basicamente toda religião coloca seu líder fundante como sendo uma espécie de deus em busca de glória. E podemos ver pelas muitas religiões que existem no mundo que o que não falta sãos esses pseudo-deuses buscando sua própria glória.

O Budismo tem o Buda; o Taoísmo tem Lao Tsé; o Islamismo tem Maomé; o Espiritismo tem Alan Kardec; o Sabatísmo tem Ellen White; o Mormonismo tem Josef Smith, As Testemunhas de Jeová tem Charles Taze Russel; etc. Alguém poderia dizer, mas vocês cristãos também tem a Jesus Cristo como fundante do Cristianismo! Corretíssimo! porém, de todos Ele foi o único que teve ousadia de dizer ser Deus! Jesus diz: "Eu Sou" João 8:24 e 58. Os outros todos querem ser deus, querem a glória, mas não ousam falar que são deus.

Muitos são os usurpadores que querem ocupar o lugar de Deus, se assentar como Deus e parecer ser Deus. Nietzsche, o filósofo, ousou matar Deus. Ele disse: "Como pode um Deus existir e eu não ser Ele?" Morreu como um louco literalmente falando.

O Cristianismo preconiza para si como o Embaixador da Verdade, e seu líder como a própria Verdade. Vinha conquistando paulatinamente o mundo com sua pregação, até que alguém detectou tal possibilidade e se dispuseram a combatê-lo, a estudá-lo e a formular planos para destruí-lo. Nasceu a Escola de Frankfurt, uma escola de teoria social interdisciplinar marxista com perspectiva de aniquilar a Cultura Ocidental, ou Cultura Judaico-Cristã. 

Surje, então, com Bultimann a Teologia Liberal, e seus correlatos como a Teologia da Libertação, a Teologia da Missão integral. Mas para que essa tarefa contra a cultura ocidental fosse posível seria necessária a proclamação da Pluralidade Religiosa, o Ecumenismo, que tem sua academicidade no Universalismo.

O Universalismo tem atraído muitos Novos Pregadores visando uma nova maneira de se interpretar os textos sagrados com mais fixação no aspecto social do Evangelho. O que nos conduz de volta ao Gnosticísmo do início que pensava saber qual é a solução para um Mundo mal feito vir a ser um mundo ideal e perfeito. Querem dizer que o Mundo foi mal feito por Deus, e que através do Conhecimento eles fariam do Mundo mal feito um lugar bem feito. Em resumo o Universalismo diz literalmente que "existem muitos caminhos para Deus", e que todas as religiões tem algo de bom nelas, basta escolher aquilo que melhor lhe agrade em cada uma.

Não é preciso falar que isto matou o Cristianismo na Europa, sufocou nos EUA e está tentando acabar com o Cristianismo no Brasil e na América Latina.

O Universalismo é uma falácia, pois não há salvação fora da Obra Redentora de Jesus Cristo. Jesus disse: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai se não por mim" João 14:6.

Sem dúvida essa será e é a proposta do Anticristo.

O Universalismo, o Marxismo, a Teologia Liberal e a Filosofia Contemporânea tem como meta a destruição do Cristianismo para a implantação do Governo Mundial do Anticristo: A Nova Ordem Mundial.

A realidade é uma trouxeram a Teologia da Prosperidade para enfraquecer o Pentecostalismo e renovaram a meta com a Teologia Liberal. Mas, sempre há homens de Deus para instruir o povo desmascarando os intentos do Diabo. Pois, "conhecerei a Verdade e a Verdade vos Libertará" João 8:32.

A Verdade pode até machucar, mas sempre liberta. A mentira pode agradar, mas sempre aprisiona!